sábado, 21 de março de 2015

Sex-shops [Google e Facebook] mais Papistas que o Papa

-As empresas Google e Facebook, ambas americanas, tem muitas coisas boas, mas tem talvez mais coisas más, julgam-se na vanguarda da moral e dos bons costumes, usando e abusando da posição concorrencial dominante, para barrar um nicho de mercado que gera biliões de dólares anualmente no mundo inteiro, as Sex-shops.

Anunciar no google adwords ou no facebook ads, uma sex-shop, não é impossível, mas é quase.

No entanto a concorrência desleal grassa especialmente no google, onde inúmeras sex-shop, conseguiram iludir a apertada vigilância na revisão destes anúncios, bloqueando temporariamente os artigos e imagens chumbadas e posteriormente após a aprovação, voltaram a desbloqueá-los, estando em concorrência desleal com quem pretende ter tudo legalmente aprovado.

Para vos dar apenas um único exemplo, um artigo que levou À reprovação de campanhas adwords da minha loja (Boneca Patricia com imagem sexual explicita)VER AQUI, está numa loja concorrente com campanhas no adwords, apesar do meu preço ser melhor, o google promove o artigo do meu concorrente (imagem abaixo) e não aceita a minha loja por causa deste e outros artigos que tem imagens com nus explicitos, ora numa sex-shop não vendemos hábitos de freira, o google devia ter a noção disso e ou aceita todos os concorrentes em circunstâncias iguais, ou rejeita todos por uma questão de lealdade e concorrência.


Entretanto já mudei o blogue da Private Sex-shop para o Sapo e gradualmente farei o mesmo com os outros blogues.

As grandes empresas crescem com clientes, quando se acham demasiado grandes e se dão ao luxo de "seleccionar" clientes ficam pequenas num abrir e fechar de olhos.

Nos estados unidos o facebook já perdeu mais de 6 milhões de utilizadores num único mês segundo a Inside Facebook, empresa externa que monitoriza os dados e as estatísticas relativas a esta rede social. No total, são quase oito milhões em todo o mundo acrescendo a estes 1.5 milhões no Canadá e mais de 300 mil em Rússia, Reino Unido e Noruega.

O incremento de restrições nas politicas de privacidade do google, especialmente para artigos nutricionais, adultos e de crescimento de massa muscular e emagrecimento, tem deixado muitas empresas à beira de um ataque de nervos, ponderando mudar de plataforma de publicidade dos seus produtos e serviços.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pesquisar no blog e na WEB

Artigos em foco

santamariaazores.net

Online